Análise fitoquímica do extrato etanólico de Crotalária ononoides Benth

Autores

DOI:

https://doi.org/10.52076/eacad-v3i3.348

Palavras-chave:

Esquistossomose; Região da Muxima; Crotalaria ononoides; Farmacopeia; Tchambanda.

Resumo

A espécie Crotalaria ononoides Benth, família Leguminosae é conhecida como “Tchambanda” pelas populações da região da Muxima-Luanda-Angola. Utilizada popularmente para o tratamento da esquistossomose. Na literatura existe pouca informação disponível sobre o seu uso medicinal para o tratamento de esquistossomose. Este trabalho tem como objetivo realizar a triagem fitoquímica e biológica de folha e caules de Crotalária ononoides para se aferir o seu potencial antioxidante e metabólico. A determinação do perfil fitoquímico foi feita em extrato etanólico. O rendimento do extrato etanólico foi de 0,041%, registrando-se a presença positiva de flavonoides, cumarinas, taninos e alcaloides; e negativa para as saponinas, antraquinonas e antocianos. Foram identificadas por cromatografia gasosa acoplada a espectrometria de massas 46 substâncias dentre as quais mencionamos os majoritários o β-cariofileno (20,591%); bisabolol (13,617%) e Timol (13,197%). Foi realizado a identificação química do extrato etanólico através de Cromatografia Líquida de Alta Eficiência Acoplada a Espectrometria de Massas (CLAE/EM), obtendo 43 substâncias dentre as quais os majoritários mencionados (1-O-octadecil-2,3-di-O- acetilglicerol); 2-pentadecanoil-glicero-3-fosfo-(1sn 39; -sn-glicerol): 1-pentadecanoil-glicero-3-fosfo-(1sn39; -sn-glicerol). Estes resultados preliminares indicam que a Crotalaria ononoides Benth, têm um potencial farmacológico bastante promissor e pode já ser oficialmente incluída na farmacopeia angolana, sobretudo nas regiões com maior incidência da referida patologia.

Referências

Achat, S. (2013). "Polyphenols de l'alimentation: extraction, pouvoir antioxydant et interactions avec des ions métalliques." Avignon.

Adams, R. P. (2007). Identification of essential oil components by gas chromatography/mass spectrometry. Allured publishing corporation Carol Stream, v. 456.

Adorjan, B., Buchbauer, G. (2010). Biological properties of essential oils: an updated review. Flavour and Fragrance Journal, 25(6), 407–426.

Astani, A., Reichling, J., Schnitzler, P. (2011). Screening for antiviral activities of isolated compounds from essential oils. Evidence-based complementary and alternative medicine.

Azevedo, V. F. et al. (2017). Revisão crítica do tratamento medicamentoso da gota no Brasil. Revista Brasileira de Reumatologia, v. 57, 346–355.

Bossard, E. A. (1996). Medicina tradicional no centro e a l'ouest de l'Angola . Lisboa: Instituto de Investigação Científica Tropical. Ministério da Ciência e da Tecnologia.

Costa, M. I. F. D.A et al. (2019). Determinantes sociais de saúde e vulnerabilidades às infeções sexualmente transmissíveis em adolescentes. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 72, 1595–1601.

Devendra, B. N., Srinivas, N., Solmon, K. S. (2012). A comparative pharmacological and phytochemical analysis of in vivo & in vitro propagated Crotalaria species. Asian Pac J Trop Med., 5(1), 37-41.

Figueiredo, E. et al. (2009). The botany of the Cunene-Zambezi Expedition with notes on Hugo Baum (1867-1950). Bothalia, 39(2), 185–211.

Freitas, J. C. R. et al. (2021). Avanços na Síntese, Atividades Biológicas e Aplicações de Cordiaquinonas: 2021. Uma Revisão. Revista Virtual de Química, 13(6), 1353–1371,

Gonçalves, F. M. P. et al., (2019). Conhecimento etnobotânico da província da Huíla (Angola): um contributo baseado nos registos de campo do colector José Maria Daniel. 2019. Revista Internacional em Língua Portuguesa, (35), 83–102

Guia, A. P.O. M., et al. Produtividade de milho verde cultivado em sucessão a adubação verde com aplicação de microrganismos eficientes, nas condições de Matias Barbosa, MG. 2018

Humberto, A. P. Dos S. Análise do perfil químico e anatômico de três espécies de Piper do oeste do Paraná Universidade Tecnológica Federal do Paraná, 2021.

Khatun, M. N., Sarker, M. N. I.; Mitra, S. (2021). Green Banking and Sustainable Development in Bangladesh. Sustainability and Climate Change, 14(5), 262–271.

Kweka, E. J., Kimaro, E. E., Munga, S. (2016) Effect of deforestation and land use changes on mosquito productivity and development in Western Kenya Highlands: implication for malaria risk. Frontiers in Public Health, v. 4, p. 238.

Legault, J., & PIchette, A. (2007). Potentiating effect of beta-caryophyllene on anticancer activity of alpha-humulene, is caryophyllene and paclitaxel. The Journal of pharmacy and pharmacology, 59 12, 1643-7.

Marco, A. A. L; José, G. M. G; Ricardo, T. G. P; Dejair, L. A. (2012). Performance of crotalaria cultivated at different sowing and cutting dates. Rev. Ceres vol.59 no.3 Viçosa May/June.

Matos, F. J. D. A. (1997). Introdução à fitoquímica experimental [S.L.] edições UFC.

Ndhlala, A. R.; Moyo, M.; Van staden, J. (2010). Natural antioxidants: fascinating or mythical biomolecules? Molecules, 15(10), 6905–6930

Oliveira, B. B. P. P. et al. (2019). Chemical characterization of Angolan vegetable species used traditionally in the treatment of schistosomiasis.

Pandey, A. et al. (2010). Diversity assessment of useful Crotalaria species in India for plant genetic resources management. Genetic resources and crop evolution, 57(3), 461–470.

Pereira, J. C. et al., (2021). Espécies medicinais do Brasil com potencial anti-inflamatório ou antioxidante: Uma revisão. Research, Society and Development, 10(7), e10310716196-e10310716196.

Pereira, F. D. et al. (2018). Uso de um método preditivo para inferir a zona de aprendizagem de alunos de programação em um ambiente de correção automática de código.

Santos, A. C. B. et al. (2013). Levantamento etnobotânico, químico e farmacológico de espécies de Apocynaceae Juss. ocorrentes no Brasil. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, 15(3), 442–458.

Simões, C. F. Dos, S. (2015). Perfil fitoquímico e estudo das atividades antimicrobiana, citotóxica e anti-inflamatória de annona muricata L. Universidade Federal de Pernambuco.

Škrovánková, S., Mišurcová, L., Machů, L. (2012). Antioxidant activity and protecting health effects of common medicinal plants. Advances in food and nutrition research, 67, p. 75–139.

Downloads

Publicado

27/11/2022

Como Citar

Costa, D. J. da, Faria, R. X. ., Albuquerque, R. D. D. G. ., Silva, M. C. A. da ., & Ruppelt, B. M. . (2022). Análise fitoquímica do extrato etanólico de Crotalária ononoides Benth. E-Acadêmica, 3(3), e5133348. https://doi.org/10.52076/eacad-v3i3.348

Edição

Seção

Ciências da Saúde e Biológicas